terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Cuca de uva

Cuca de uva 



Ingredientes 
30 g de fermento biológico fresco 
250 g de açúcar 
12 de sal (2 colheres de chá rasas) 
750 ml de leite (ou metade leite, metade água) 
3 ovos pequenos ou 2 grandes (a receita original, dobro desta, pedia 5 ovos) 
75 g de manteiga em temperatura ambiente. 
12 g de melhorador * 
1,25 kg de farinha de trigo 


Para a farofa 
1 xícara de açúcar 
1 xícara de farinha de trigo 
½ xícara de manteiga 

Para a cobertura 
500 g de uvas escuras (niágara ou isabel), lavadas e secas - se preferir, coloque mais, mas lembre-se que pode molhar muito a massa. Ou use a fruta que quiser - além de chocolate, doce de leite etc. 

Modo de fazer 
Numa tigela grande, dissolva o fermento com o açúcar e o sal no leite. Acrescente a manteiga e os ovos. Reserve. Misture o melhorador, se for usar (eu não usei), com a farinha e junte à massa, aos poucos, mexendo com colher de pau, até ficar difícil de mexer. Passe, então, a trabalhar a massa com as mãos, juntando o resto da farinha, aos poucos, até formar uma massa homogênea que não grude nas mãos. Fica uma massa bem macia. Não deve ser firme como a de pão. Também não precisa ser excessivamente trabalhada. Cubra com pano e deixe crescer até dobrar de volume. 
Faça a farofa, misturando com as mãos os três ingredientes. Se quiser, passe por peneira bem grossa (eu fiz isto, para ficar mais homogênea – usei peneira de fritura). 
Divida a massa em cinco, abra até virar um retângulo que caiba nas suas formas de pão (cinco, untadas com manteiga e polvilhadas). Ajeite no fundo delas as massas, cubra com uvas (pode pressionar um pouco para que entrem na superfície da massa) e espalhe por cima a farofinha. Deixe crescer novamente até dobrar de volume e leve ao forno preaquecido (cerca de 200 ºC) e deixe assar por cerca de 1 hora ou até que fiquem douradas por cima. Aí, é só esperar amornar, desenformar, esperar esfriar e embalar. Pra dar de presente para os amigos, para as secretárias (né, Evelyn e Inês?), para os vizinhos. Porque, sabe, se deixar a gente come tudo. 

Rende: 5 cucas (se quiser, coloque a massa numa forma única, grandona e depois divida em pedaços grandes). 

*Nota: não usei o melhorador, empregado atualmente por quase todos panificadores. Mas ele melhora o desenvolvimento do glúten, o crescimento, a conservação. Trata-se de uma mistura de carbonato de cálcio, ácido ascórbico, enzimas e estabilizantes. Para feitios domésticos, dá pra ficar sem.


Fonte : ÁGUA NA BOCA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário